9 de mai de 2011

Resenha de Shows (Hangar - 07/05/11 RJ-RJ)

Um belo dia, no meio do mês de abril um amigo me ligou desesperado dizendo "FILHA DA PUTA !!! VAI TER SHOW DO HANGAR AQUI NA LONA CULTURAL!!!" como eu estava na escola precisei manter o decoro e respondi na hora "FILHA DA PUTA AGENTE VAI NESSA PORRA CARALEO!!!" e apartir nossa história se inicia.
Eduardo Martinez
Eu vivo em Campo Grande, Zona Oeste da capital do Rio de Janeiro, um lugar bem MUITO pacato mesmo, um show de metal aqui é uma vez a cada 8~10 anos. Comprei o ingresso com um mês de antecedência quase e fiquei imaginando como seria, o show foi na Lona Cultural Elza Osborne (não tem nenhuma relação com Ozzy gente). Pelo local ser um tanto pequeno o show foi limitado a 600 ingressos, no dia do show eu tava puta ancioso lá na fila, ia ver o Aquiles Priester ao vivo!!! Como todo show sempre tem seus atrasos, o portão tava marcado pra abrir as 19h, mas abriu as 20h, eu nem liguei !!! Ao entrar na lona e achar um lugar pra assitir o show eu tive uma puta surpresa, COMEÇOU A TOCAR HOLY WARS DO MEGADETH!!! Só de escutar aquele riff eu me esqueci da hora que eu passei em pé do lado de fora na fila, mas continuando, pouco depois disso começaram os números de abertura, primeiro com a banda gospel Um Ideal, não sou fã de musica gospel... Muito pelo contrário... Mas até que os caras mandaram bem, tocaram muito bem e souberam fazer um bom aquecimento, depois teve uma demonstração de guitarra com um cara eu não consigo lembrar o nome de jeito nenhum mas ele era muito foda!!! 
Humberto Sobrinho
Ele tocou duas composições próprias de um trabalho instrumental dele chamado Seven, o cara toca muito, vale a pena dar uma pesquisada e a última banda de abertura foi a banda Doxologia Final, também gospel, eles até que tentaram mas tiveram muitas dificuldades técnicas com os intrumentos, principalmente o teclado mas pareciam ser bons também. Logo em seguida chegou o grande momento, as cortinas subiram e oHangar chegou quebrando tudo!!! Eu não tenho números certos mas eu acho que devia ter mais ou menos umas 300 pessoas tava bem tranquilo, eu consegui ficar bem pertinho do palco e tirei centenas de fotos, o tracklist foi impecável!!! Não tiraria nenhuma, claro que eu colocaria mais algumas, depois eu descobri que eles tiraram um medley de 3 músicas dos dois primeiros cd's mas no fim eles compensaram com 2 surpresas que eufalo mais pra baixo... 
Fabio Laguna
Mas foi foda, mesmo não sendo um público muito grande todo mundo deu tudo de si, todo mundo com as letras na ponta da língua e acompanhando o instrumental com "ooooooo" foi muito du caraleo, e também tiveram 2 grandes surpresas, PAINKILLER!!!! Foi muito foda ver o Aquiles mandando Painkiller ao vivo, aí teve Mosh (mesmo sendo uma banda de metal melódico!!!) então teve mais umas 2 ou 3 músicas apresentação da banda e a segunda surpresa que eu falei, que me deixou pasmo MASTER OF PUPPETS !!!!! No primeiro acorde eu pensei "NÃO PODE SER CARALEO !!!" me joguei no Mosh de óculos e tudo (Abrindo parênteses para contar uma história: depois que entrei no Mosh em 5 segundos me óculos saiu voando da minha cara, logo em seguida um cara viro e pra mim e disse "sinto muito cara, perdeu..." eu não liguei eu já ia trocar de óculos mesmo... então voltei pro Mosh e curti o resto do show, quando a musica acabou cheguei pro meu amigo e disse "me ajuda a achar o que sobrou do óculos" e ele encontrou o óculos do outro lado da lona INTACTO !!! Eu sai correndo gritando "TA INTEIRO PORRA !!!" Nem acredito que estou escrevendo essa resenha com esse mesmo óculos!), bom Master foi a última musica do show e logo em seguida o Humberto disse "Valeu pessoal, agora agente vai lá no merchandising, quem quiser pode ir lá pra tirar foto  pegar autógrafo que nós vamos ter o maio prazer de falar com cada um de vocês, não temos a mínima pressa de ir embora", fato! 
Nando Mello
A banda inteira ficou lá e foram super simpáticos, fiquei conversando com o Martinez e o caraleo, tirei foto com todos eles, e peguei autógrafos de todos no meu ingresso e no The Reason Of Your Conviction (se não escutou pare agora de ler essa resenha e vá escutar esse cd!!!) que eu comprei lá na hora, por falar em comprar a lojinha lá tava muito boa, me arrependi de não ter levado mais dinheiro. 
Mas como nem tudo é perfeito, é claro que houveram alguns pontos negativos, a Lona Cultural de Campo Grande não e feita pra shows, ainda mais de metal, o teclado e a guitarra estavam meio baixos e a iluminação nos cantos estavam meio fracas, que acabou prejudicando o tecladista Laguna que por não poder correr com os teclados pelo palco ficou meio apagado, mas não foi nada que atrapalhasse a diversão do pessoal... E encerrando essa resenha eu vou pegar emprestado um diálogo que ocorreu entre o Aquiles (um dos filhos dele se chama Arthur igual a mim *_*!!!) o Humberto (Que pulou na gente e conseguimos carregar ele e levar de volta pro palco!!!) e a platéia:
Aquiles: E ainda tem filha da puta que diz que o Rio de Janeiro é a cidade do carnaval... CARNAVAL É O CARALEO !!!!!
Aquiles Priester
Humberto: PAGODE DE CÚ É ROLA !!!
Tracklist: 
01. The Infallible Emperor (1956)
02. Some Light to Find My Way
03. Colorblind
04. Captivity (A House with a thousand rooms)
05. Massacre Trilogy II - To Tame a Land
06. One More Chance
07. Hastiness
08. Time to Forget; 09. Solitary Mind
10. Dreaming of Black Waves
11. Call me in the Name of Death
12. Painkiller (Cover do Judas PRiest)
13. Forgive the Pain
14. T.R.O.Y.C. 
15. Inside your Soul
16. Master of Puppet (Cover do Metallica)

Quem quiser umas fotos tem aqui no myspace de um cara que eu vi na comunidade oficial do Hangar: Fotos Parte1 Fotos Parte 2

Um comentário:

  1. Me pegou de surpresa eu nem sabia que voce tinha postado. Mas ficou muito boa a sua resenha e voce me deu ideia para o War Room.

    ResponderExcluir