4 de mai de 2011

Blunt Force Trauma (2011)

Banda: Cavalera Conspiracy
Estilo: Groove/Thrash Metal
País: Estados Unidos
Lançamento: 29 de março 2011

Cavalera Conspiracy, formado em 2008 marcando a volta dos irmãos Cavalera após se separarem no Sepultura, eles vem quebrando tudo com força total primeiro com Inflikted, um puta album e agora com Blunt Force Trauma que merece estar na lista do melhores do ano. 

O play começa com Warlord uma thrashera que lembra um pouquinho o Sepultura, bem pesada e alternando os momentos tensos com os solos ultra melodiosos do Marc Rizzo que esbanja técnica por todo o cd, seguida por Torture, uma das mais pesadas dos cd, Max da um show de vocal com seus berros característicos no refrão, essa promete fazer todo mundo gritar junto no show TORTURE !!!! MOTHERFUCKING TORTURE!!! Daí vem Lynch Mob, uma das melhores com participação do vocalista do Agnostic Front, uma faixa totalmente foda que inicia a sequência das minha favoritas, Killing Inside, Thrasher e I Speak Hate,  a primeira chegou a ter clipe, fujindo um pouco do hardcore/punk que a Lynch Mob mostrou vem um thrash que só os irmão Cavalera sabem fazer, Iggor mostra que se pode ter feeling com a bateria no thrash e Marc Rizzo sem comentários, é um dos melhores da atualidade sem dúvida, e a letra nem se fala... "As I walk through the valley of the shadow of death, I feel no fear. What I fear is what is killing inside. And I know that the end is near". Thrasher me faz pensar como eles fazem isso, faixas tão curtas com tanto conteúdo e logo em seguida a minha favorita do cd inteiro, I Speak Hate, com uma letra foda, e instrumental foda, um dueto de guitarras muito bem feito e bem tocado, Marc Rizzo realmente faz a diferença, e depois de escutar a musica é quase certo que você vai sair berrando I SPEAK HATE  na cara dos outros XD. Depois vem Target retomando o clima intenso das primeiras faixas,  logo adiante vem Genghis Khan muito du caraleo com um som pesado de verdade e uma letra muito foda, Max novamente com seu vocal foderoso, mas dessa vez sem berros no refrão, somente sua voz grave é o sufuciente. Burn Wacko!!! Uma faixa acelerada que lembra dos tempos áureos do thrash "oldschool", o clima continua pesado mas um pouco mais lento em Rasputin, com uma letra curta por ser berrada cantada pausadamente e o cd encerra com a faixa título Blunt Force Trauma mais uma vez me lembra um pouco o Sepultura mas Marc Rizzo da um jeito nisso com seus riffs e solos melódicos quebrando o clima.

Fim das contas: É os Cavalera voltam com tudo, dessa vez menos Sepultura e mais criativos se comparados com Inflikted, parece que eles realmente aprenderam com o album anterior e se aprimoraram. O mais incrível é que mesmo com line-up parecidos eles conseguem soar bem diferente do Soulfly (outra banda do Max Cavalera) esse sem dúvida merece estar na lista dos melhores do ano.

Faixas:
01. Warlord
02. Torture
03. Lynch Mob
04. Killing Inside
05. Thrasher
06. I Speak Hate
07. Target
08. Genghis Khan
09. Burn Waco
10. Rasputin
11. Blunt Force Trauma
Nota: 8,5

Nenhum comentário:

Postar um comentário