6 de mai de 2011

É hora de tomar vergonha


O Lacuna Coil é uma das bandas mais conhecidas do Metal com mulheres no vocal, a fama da banda é muito grande na Europa, e eles também gozam de um certo prestigio nos Estados Unidos (coisa rara para bandas desse generos).  E na verdade é nesse ponto que eu quero tocar, desde que a banda viu que podia se aproveitar da popularidade do Evanescence para alcançar o Mainstream, eles começaram a trabalhar para fazer um som mais acessível e polido.

Isso aconteceu depois que a banda se apresentou no maior festival de Heavy Metal e "Non Metal" do Estados Unidos: o Ozzfest no palco principal.  Depois dessa ótima turnê a banda seguiu para o estúdios e gravou o disco "Karmacode" que continha música mais acessíveis e menos complexas do que os outros discos da banda.

Ainda que eu goste de Karmacode, sou bem mais fã dos discos do passado onde o som da banda era bem menos alternativo, porque de fato o som do Lacuna Coil sempre teve uma coisa de alternativo.  De fato o Lacuna criou um som inovador, ou você conhece alguma banda que veio antes do Lacuna com um som parecido? se você disse The Gathering errou muito feio, mas está perdoado.

Em Karmacode a banda simplificou os riffs e levadas de guitarra que já não eram tão complexos assim, e deixou o baixo bem na cara, além de fazer riffs com tons mais graves, agora me respondam:

De que genero musical essas caracteristicas citadas no último paragrafo pertencem?

Isso mesmo, essas caractéristicas são habituais em bandas de "Non Metal", e é claro que o disco desagradou os fãs mais antigos e fez alguns abandonar a banda, mas em compensação a banda ganhou muitos novos fãs e prestigio no cenário mainstream europeu.

Karmacode foi o disco mais vendido da história da banda e inclusive foi elogiado por um dos críticos mais barra pesada do Brasil: Regis Tadeu.  A banda ainda cedeu 3 músicas para jogos de videogame como Rockband e Guitar Hero, e em 2007 a banda se apresentou no maior festival de Heavy Metal do mundo o famoso Wacken Open Air, a banda gravou o show que está disponível no disco Visual Karma (Body, Mind and Soul) que ficou em 12º lugar nas paradas italianas em 2009.

Ainda em 2009 a banda lança o sucessor de Karmacode, o disco "Shallow Life" que é mais alternativo do que o antecessor com músicas muito estranhas "I Wont Tell You" (Lacuna Park ou Linkin Coil)  I Like It é esquisita mas eu acho ela legalzinha. Na verdade o problema desse disco é que o Lacuna se perdeu nesse disco que soa totalmente diferente de tudo que a banda fez na carreira, além de ser bem mais Alterna ou "Non Metal" que o Karmacode.

Para explicar o meu pensamento vamos pegar um trecho de um artigo do site Delfos escrita pelo Carlos Eduardo Corrales, aqui o link original

"Na sua opinião, um retorno às raízes é bom ou ruim? Na minha, depende da banda. Para um Iron Maiden ou um Helloween, não só é bom, como necessário."

Essa afirmação cai que nem uma luva para o Lacuna, a banda se perdeu musicalmente já não faz mais um som que pode ser classificado como Metal, e o Lacuna Coil está mais para bandas como Linkin Park, Korn e Evanescence do que para os outros ícones do genero.

Entretanto um dia qualquer navegando no Whiplash eu vejo essa maravilhosa noticia http://whiplash.net/materias/news_855/121697-lacunacoil.html, entretanto apesar de ter gostado do titulo, fiquei muito confuso ao ler a entrevista, e não tenho certeza se a banda vai realmente cumprir o prometido, mas caso isso aconteça eu vou gostar muito do novo disco.

Olha você que é fã dos novos trabalhos do Lacuna, saiba que eu também gosto admiro muito a versatilidade da banda a não ser prender a nenhum rotulo, mas pelo que eu pude escutar em Shallow Life, a banda pode se perder em breve, então o bom seria voltar as origens.

Se o novo disco do Lacuna Coil for lançado esse ano, ele já é o disco mais esperado do ano para mim junto com o do Rhapsody, e desejo muita boa sorte a banda e que os novos discos do grupo soem tão bem quanto esse:

Nenhum comentário:

Postar um comentário