28 de mai de 2011

Analise Barcelona X Manchester


Nota: 10 **********

Jogaço! um verdadeiro espetaculo foi visto no estádio Wembley em londres na final da Champions League temporada 2010/2011, esse time do Barcelona com certeza entrará para a história como um dos melhores de todos os tempos.  Esse time é totalmente fiel ao seu estilo, e nunca abriu mão dele em partida alguma, o jogo do Barcelona consiste na plasticidade e na técnica, um estilo que enche os olhos de qualquer amante de futebol.

Pré Jogo

Antes de começar o jogo assiste ao pequeno "Bate-Bola" onde um grupo comentava a partida que aconteceria as 15:30, e no final botaram um vídeo do Queen executando a clássica "We Are The Champions" com o Queen tocando no estádio onde a partida ocorreria.

Depois disso entra o "Abre o Jogo" que consiste em matérias de primeira qualidade e discussões de grandes entendidos na área dos esportes, incluindo o ilustre PVC e o Jose Trajano suas analises são um primor para quem ama futebol, e confirmam o alto nível da ESPN.

Cerimonia de Abertura

Esse ano o tema foi Charles Chaplin, e abriu com um garoto caracterizado batendo umas embaixadinhas no meio do campo, até que entra toda equipe ao som de "The Clash" em uma versão mais New Age (eu acho).

Depois disso entra uns 3 Rappers picaretas para cantar, mas a sagrada ESPN tira eles de foco rapidinho, por isso eu adoro esse canal. A guarda inglesa entra em campo carregando a taça da "Champions", e logo depois entram os jogadores e começa a rodar o épico hino da "Liga dos Campeões" que é meio interrompido por causa de umas chatas que ficavam fazendo backing vocal.

1º Tempo

O Manchester United começa pressionando o rival e ameaçando um pouco, porém depois de 10 minutinhos a situação volta ao normal e ao 15 o Barça já detinha 66% de posse de bola. Isso me remeteu a histórica final de 2009 onde aconteceu a mesma coisa.

Aos poucos o Barcelona vai tomando as redias da partida ameaçando e aproveitando as brechas deixadas pela má marcação do jogador coreano do United que deixa o Daniel (Barcelona) totalmente livre para atacar. Messi começa a aparecer e a receber alguns aplausos.

O Chicarito não estava conseguindo jogar, toda hora ele entrava em impedimento, e o Manchester já não conseguia mais jogar sofrendo 2 finalizações de Villa (Barça), e também se atrapalhando, por exemplo aos 24 minutos o Manchester se atrapalha e quase leva o 1º gol

1º Gol

O Manchester não conseguiu segurar por mais tempo e em um belo passe de Xavi (Barcelona) Pedro converte o 1º gol da partida para o meu delírio. É incrível esse Xavi, o cara é um dos melhores jogadores quando o negocio é dar ritmo e dar belas assistências, sensacional esse passe para o até então desaparecido pedro

Transmissão

Quem gosta de futebol assite ESPN, pois os comentários e analises feitas pelos especialistas de lá são um deleite para os meus ouvidos, muito do que eu aprendi sobre futebol foi devido a esse comentaristas que mais uma vez "destruíram" no seu papel.

A imagem e a química com o publico é de alto nível, sem falar que os caras realmente estavam no estádio Wembley, vendo todo o jogo, por isso as vezes por causa do Delay o narrador acabava falando coisas antes delas acontecerem.

Obs: curiosamente eu comemorei gol primeiro que ele.

1º Tempo

O jogo é muito legal, e quase não há faltas, as poucas faltas cometidas eram realizadas pelo imbecil do Valencia (United) que jogou muito mal. A torcida do Barcelona faz muita festa, e o time continua melhor que o adversário.

Entretanto aos 34 minutos Rooney rouba a bola e faz uma triangulação genial com Giggs (United), que resulta em um belo gol da equipe, onde ele tira do goleiro do Barcelona. De fato o Rooney era o melhor jogador do Manchester naquele periodo e até o fim do jogo.

O gol não abalou o Barcelona que permaneceu melhor, a única coisa que mudou foi o animo da torcida do Manchester que parecia ter dobrado.

O primeiro tempo se encerra com o placar de 1x1, e indefinição, apesar do belo jogo do Barcelona.

Intervalo

No intervalo temos os tradicionais melhores momentos e a analise dos comentaristas a qual eu não consegui prestar muita atenção.

O intervalo passou bem rápido e logo a partida havia recomeçado.

2º Tempo

O primeiro tempo, foi apenas um aquecimento para o magnifico 2º tempo, logo de inicio o Mascherano (Barcelona) pega a bola da defesa e consegue um escanteio, e ai que começa o show do Barça.

O time começa a ficar constantemente na faixa de ataque sempre ameaçando o manchester com finalizações  e a posse de bola caracteristica do time. Messi vira um demônio para cima do Manchester conduzindo a orquestra que constantemente ameaçava o rival, até que aos 53 minutos ele finaliza como quem não quer nada e marca um belo gol! até eu levei um tempo para notar que a bola havia entrado.

Felicidade de Messi com o seu 1º gol na Inglaterra

Para quem não sabe esse foi o gol número 12 na Champions em 13 jogos disputados pelo Barcelona e o gol número 56 em 51 partidas disputadas. Ele também superou o legendário Puskas na artilharia da Champions League e logo depois seria abraçado por um fã que invadiu o campo.

O Barcelona permanecia muito melhor dando um show em cima do Manchester, o Messi não descansa e dobra a qualidade da sua atuação levando a torcida, os narradores (e eu) a loucura.

Em certo momento ele quase enfia um gol de letra no Manchester, e o Barcelona ainda melhor controlando o jogo com a troca de passes perigosos e belas infiltrações, a única atuação de destaque no Manchester era a do goleiro Van Der Sar.

Todo mundo estava pagando o maior pau para o jogo mágico do Barcelona que destroi o Manchester, e aos 67 o 3º Gol saí em uma bela jogada construída pelo Barcelona que acaba com um bela finalização de Villa que para no Ângulo.

Depois desses 3x1 o Barcelona permanece melhor, mas diminui o ritmo consideravelmente permitindo até algumas infiltrações mal sucedidas do Manchester que se via em desespero, o United contava com o péssimo Valencia que só serviu para fazer faltas o jogo todo e não deu uma ajudinha para o time. Por outro lado o Rooney bem que tentava, mas não conseguia reverter o resultado.

O Barcelona administrava sabiamente o jogo e evitava o Manchester com facilidade, eu preferia ver o Barça quebrando o Manchester como antes, mas com o Barcelona administrando desse jeito seria impossível uma virada do Manchester. As vezes o Barcelona atacava, mas sem a mesma potencia de outrora, e ainda mantinham uma posse de 67% para cima do rival.

O finalzinho do jogo serviu apenas para a homenagem ao capitão Puyol (Barcelona) que ficou no banco a partida inteira e só entrou aos 87 minutos. Os acréscimos só serviram para aumentar minha ansiedade, mas ao fim dos 3 minutos eu não pude conter minha felicidade em ver o 4º titulo do meu time preferido.

Cerimonia de Premiação

Eu comemorei por um bom tempo, e pude presenciar cenas de puro Fair Play por parte do Manchester United que mostrou muito profissionalismo, e ainda pude ver alguns sorrisos do técnico Ferguson que parecia dizer: "não deu dessa vez"

Eu sinceramente acho muito sem graça essa comemorações em palanques, prefiro comemorações em pleno campo, mas enfim na hora de receber a taça o Daniel se cobriu com a bandeira do Brasil e não esperou nem um segundo e já enfiou um beijo na taça. Quem levantou a taça  foi o lateral Abidal um gesto muito legal por parte do capitão Puyol, já que o Abidal a pouco tempo fez uma cirurgia e ficou um bom tempo sem jogar até voltar para o time.

Eu lógico comemorei bastante, e fiquem sabendo que agora o meu blog esporadicamente vai resenhar sobre jogos de futebol, então quem gosta vai ter um prato cheio, e para quem não gosta, fique sabendo que daqui a pouco sai uma resenha fresquinha.

Um comentário:

  1. Tambem sou fã do barça, eles tem um estilo de jogo de encher os olhos!
    E ALEM DISSO MEU TIME GANHOU! DALE VASCO, DALE VASCO!

    ResponderExcluir