18 de nov de 2011

Ópera - R.Wagner - Tannhäuser und der Sängerkrieg aus Wartburg

Olá leitores do Metal Guide, sou o novo escritor do blog, podem avaliar meu desempenho nos meu sites como OheadbangerSantuário do Rock and RollZuando Na Net e Downloads HM Rock.
"Tannhäuser und der Sängerkrieg aus Wartburg" é a quinta ópera de Richard Wagner (Leipzig, 22 de Maio de 1813 - Veneza, 13 de Fevereiro de 1883), "Tannhäuser" é uma ópera de três atos com libreto do próprio compositor, estreou em 1845 em Dresden (Alemanha).
Sinopse
A ópera é baseada em uma lenda medieval, fala da história (ou estória) de Tannhäuser, um poeta que se deixa seduzir por uma belíssima mulher, chamada Vênus, fazendo isso Tannhäuser contraria a defesa do torneio de trovões (do que ele pertence) onde se diz que o amor deve ser sublime e elevado. Quando defende seu amor por Vênus é reprimido pelos trovoadores e consolado por Isabel (virgem que tem muito amor por Tannhäuser). Seu único jeito de ser perdoado por seu pecado é pedir perdão ao vaticano. Dormindo sobre a neve,  caminhando descalço sobre o chão quente, passando fome, e ainda com os olhos vendados, para não ver as belas paisagens da Itália Tannhäuser vai até o Vaticano rogar seu perdão e quando chega ouve o papa dizer que ouve o papa dizer que é mais fácil o cajado que ele segura florescer do que ele obter o perdão dos pecados, tanto no céu quanto na Terra.
Com ódio da igreja, Tannhäuser volta à Alemanha e Isabel sobe aos céus, rogando a Deus que perdoe ele. Os trovadores voltam com a notícia de que o cajado do papa floresceu, simbolizando que um pecador obteve no céu o perdão que não obteve na Terra.
Interpretes
Os interpretes dessa ótima ópera estão em melhor estado, um ótimo elenco que conta até com o famoso Jonas Kaufmann! Para Tannhäuser temos nada mais, nada menos do que o famoso Peter Seiffert que participou da famosa Deutschen Oper am Rhein! O interprete mandou muito bem dando muita vida ao personagem e o tratando como se ele fosse mesmo Tannhäuser. Elisabeth era feita pela soprano Solveif Kringlebotn que hoje tem muito mais destaque por ter feito Donna Elvira em Don Giovanni , e passou a cantar mais três papéis principais há : Tatiana em Eugene Onegin , Eva em Die Meistersinger von Nürnberg , e Rosalinde em Die Fledermaus. Para a belíssima Vênus temos a soprano Isabelle Kabat que embora não tenha muito destaque hoje em dia é uma excelente interprete. Para o grande "Herman" temos Alfred Muff e para Wolfran Von Eschenbach  temos Roman Trekel. Biterolf era feito por Rolf Haunsteins  e o maestro era o famoso Franz Welzer-Möst.
Agora o destaque! Para Walther von der Vogelweide temos nada menos do que o famoso tenor Jonas Kaufmann, que mesmo que na época não tivesse o destaque que possui hoje em dia, ainda era um excelente tenor. 
Primeiro Ato
Tudo começa  durante o Século XIII e a ópera inicia no Reino de Vênus, quado o Cantor Tannhäuser havia se entregado ao coração da Deusa.  Então, passa-se um ano e ele sente saudade dos mortais, implorando  para a deusa que o deixe voltar , o que consegue apenas quando diz o nome da Virgem Maria provocando o desaparecimento total do Reino de Vênus. O 2º quadro passa-se num vale em Wartburg, quando um jovem Pastor toca a sua flauta.
Passam Peregrinos a caminho de Roma. Tannhäuser, então surge um grupo de Caçadores e seu mestre, Senhor da Turíngia, entre eles Wolfram von Eschenbach, antigo amigo de Tannhäuser. Os dois se comprimentam e o Tannhäuser diz que pretende partir para muito longe, mas Wolfram recorda-lhe que Elisabeth, a sobrinha do Senhor da Turíngia, o ama e ainda espera por ele. Tannhäuser, decide ficar depois da notícia
Segundo Ato
Elisabeth, que o recebe com grandes aféto. O Senhor da Turíngia organiza um Torneio de Canto sobre o amor. Wolfram (que também ama Elisabeth) canta as virtudes da jovem, enquanto Tannhäuser, pensando em Vênus, canta um hino em amor à deusa, o que faz fugir da sala todas as mulheres, tirando Elisabeth, que teria decidido proteger Tannhäuser até o fim. O Senhor da Turíngia ordena então que parta para Roma para rogar o perdão do Papa. 
Terceiro Ato
Em Wartburg  Wolfram vem com Elisabeth esperar os Trovoadores que vêm de Roma. Não vendo entre eles Tannhäuser, Elisabeth fica triste e preocupada. Então finalmente ele chega e desabafa com Wolfram dizendo que "o Santo Padre declarara que eles só seriam redimidos quando florescessem rosas no cajado do Papa". Tendo perdido toda a esperança, Tannhäuser quer voltar para Vênus. Tannhäuser pensa na deusa quando Wolfram evoca o nome de Elisabeth. Com surpresa, Tannhäuser vê algo: Elisabeth morre de tristesa pedindo para Deus a salvação de Tannhäuser. Ele ajoelha diante seu cadáver, beija-a pela última vez. Os trovadores voltam com a notícia de que o cajado do papa floresceu, simbolizando que um pecador obteve no céu o perdão que não obteve na terra.
Ópera
Para iniciantes no mundo da ópera eu acredito que Tannhäuser (apesar de ser minha primeira ópera) é muito complicada para iniciar em um gênero músical tão complexo quanto a ópera. Apesar da imagem não estar muito boa eu sou obrigado a dar um desconto já que a ópera é antiga e naquela época nada era como hoje em dia...





Nenhum comentário:

Postar um comentário