6 de fev de 2011

Mark Jansen


Introdução

Mark Jansen é o guitarrista e fundador do Epica, também fundou e tocou no After Forever.  Mark e um dos melhores guitarristas no Symphonic Metal (coisa difícil de acontecer nesse genero), não só pelos seu riffs melódicos e solos rápidos, mas também por ser um exímio compositor, se a Simone e a alma da banda o Mark Jansen é o cérebro e as pernas (esse fenômeno ocorre no Tristania e Nightwish).  O vocal do Mark Jansen é  importante no Epica já que ele consegue quebrar muito bem a voz da Simone e introduzir um ritmo mais pesado para o Epica



After Forever

Mark Jansen é um dos membros fundadores do After Forever juntamente com o Sander Gommans eles queriam montar um Banda de Death Metal, mas depois da chegada de Floor eles decidiram transformar o After Forever numa banda de Heavy Metal com corais e orquestrações pomposas, vocais de Death Metal e uma atmosfera sombria (não chegava a ser Doom).  o Mark Jansen escrevia linhas de guitarra junto com seu amigo Sander Gommans e era responsável por boa parte das orquestrações.


Mark e Floor

Essa dupla rendeu os dois álbuns mais Sinfonicos do After Forever e que tinham maior presença dos vocais líricos da Floor que mudaria seu estilo para algo menos Lírico e adaptando seu estilo para o Heavy Clássico isso gerou otimos disco como "Invisible Circles" e "After Forever",  mas ela mudou de vez o estilo no Revamp onde ela adota de vez um estilo mais agressivo e menos lírico.  Você pode se perguntar porque eu estou falando da Floor no post do Mark, mas a resposta é óbvia o estilo da Floor mudou após a saída de Mark Jansen do After Forever, já que ele era o responsável por grande parte das orquestrações do After Forever e também pelo lado sinfonico, após sua saída o After Mudaria seu estilo...  Como compositores Floor e Mark compunham as letras,orquestrações,Linhas de Guitarra (Mark Jansen) e teclados (Floor Jansen) e cordenavam todo o processo criativo.


Epica

Após a sua saída amigável do After Forever que se deu devido as divergências musicais do grupo, Mark fundou Sahara Dust e escalou Helena Michaelsen (Vocalista do Imperia) para os vocais, mas depois ela abandonou o projeto e hoje deve chorar por ter cometido esse erro.  Mark Jansen então decidiu convocar sua namorada para os vocais da Banda assim Simone integra o grupo e junto com o Mark mudam o nome da banda para Epica por causa de um disco do Kamelot.


Discos Indicados



Obs: As resenhas estão focadas no desempenho de Mark Jansen e não no disco em si

Decipher: O disco Decipher e uma evolução do Prision Of Desire (disco anterior do After Forever), o clima sombrio diminui dando lugar a um clima típico de Symphonic Metal.  As orquestrações continuam pomposas e muito boas, os Riffs de Mark e Sander estão melhores nesse disco, e Mark Jansen se sai bem melhor nos vocais do que no outro disco quebrando perfeitamente o vocal da Floor.

Design Your Universe:  Esse é na minha opinião o melhor disco do Epica, Mark está matador tanto nos vocais quanto no solos fodasticos que servem para calar a boca dos que dizem que no Symphonic Metal não tem bons guitarristas.  Mark e Simone compuseram letras fodasticas muito melhores que as do Legião Urbana, o disco é épico e as musicas longas passam rapidinho. Por ultimo as orquestrações são muito bem feitas principalmente os corais.  E  eu nem precisei falar da Simone...


Estilo

Mark Jansen e um cara conhecido por ter tocado em bandas de Symphonic Metal famosas no mundo, e também por compor otimas orquestrações, no Epica seus riffs e solos melhoraram muito, talvez isso tenha acontecido porque no Epica ele tinha total controle do processo criativo.  Seus vocais remetem muito ao Death Metal que também e um estilo que o Mark se saíria muito bem.


Vocal

O vocal do Mark Jansen é o gutural que as vezes soa bem rasgado fazendo o famoso dueto com as vocalistas que foi chamado de "Bela e a Fera" que é a junção de vocais líricos femininos com Guturais masculinos, se você descobriu isso agora  vá pesquisar qual foi a banda precursora do estilo "Bela e a Fera", e você não ganha premio por saber disso, pois é o mínimo que você pode fazer como Headbanger.


Guitarra

Então aqui vem uma parte complicada que é comentar sobre os riffs de guitarra. Os riffs de Mark Jansen variam entre o Heavy Metal e os de Death Metal que aparecem na hora que ele quebra o ritmo com o seu vocal, seus riffs também tem influencia do Epic Metal (Conhecido por Symphonic Power Metal).  Os solos de Mark Jansen são de muito bom gosto e normalmente tocam quando a musica está no ápice.



Nenhum comentário:

Postar um comentário